Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Extrair um dente ou preservá-lo?

Extrair ou preservar um dente requer uma avaliação criteriosa e detalhada do dentista, já que essa decisão pode ajudar ou afetar toda a arcada dentária do paciente. Um dente ausente pode ter repercussões negativas. Para se ter uma ideia de como a população brasileira retira ou perde seus dentes, um projeto SB Brasil 2003 mostrou que 60% das pessoas entre 35 e 44 anos e quase 3% entre 15 e 19 anos possuem algum tipo de prótese.

Os problemas que podem afetar os dentes são: cáries extensas com envolvimento da região furca (espaço entre as raízes dentárias), fratura dentária, doença periodontal avançada, indicação ortodôntica (aparelhos), abcessos em que não há possibilidade de salvar o dente, patologias associadas ao dente (cistos) ou alguma outro problema que não permita que o dente permaneça na cavidade dentária.

Para tratar esses males, o dentista pode optar pela extração ou realizar tratamentos endodônticos, como o canal, que remove os microorganismos localizados no interior do canal, preenchendo ao término do tratamento o canal radicular com um material biocompatível, ocupando o espaço que antes era da polpa (nervo) do dente. Com esse procedimento é possível salvar o dente.

O maior problema na retirada é que o dente possui um papel na arcada. Todos são indispensáveis para uma boa saúde bucal, uma mordida correta e para a realização de qualquer atividade do dia-a-dia. Quando o dente é perdido ou retirado, por qualquer motivo, e o local fica muito tempo exposto acontece a reabsorção óssea e o osso daquela região é reabsorvido, promovendo uma perda.

Se a reposição demorar muito para acontecer, os dente do lado podem se deslocar para tentar ocupar o espaço vazio. Na maioria dos casos, os dentes acabam se inclinando, na tentativa de preencher o espaço, e recebem uma força inadequada. O local é reabilitado com a colocação de um implante entário que possui diversas vantagens estéticas, e permite que o paciente tenha uma vida normal.

Em todos os casos, o dentista precisa realizar uma grande avaliação para determinar qual é o melhor tratamento, levando em conta os possíveis resultados e os objetivos do paciente.

 

 

Palavras- chave: piorréia, placa, alba, pús, gengivas, periodonto, periodontal, gengiva, doença, periodontite, tratamento




Fatal error: Uncaught Exception: 12: REST API is deprecated for versions v2.1 and higher (12) thrown in /home/storage/b/da/10/clinicaimplart/public_html/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273